O valor da intenção

A intenção com que tomamos determinadas atitudes deve ser considerada na avaliação do alcance ou não do fim almejado. Se por algum motivo, a atitude que você ou alguém teve, resultou em um resultado “negativo”, não desejado, devemos ter consciência e serenidade para poder enxergar a intenção que motivou tal atitude, pois só esta pode nos tranquilizar em relação aos possíveis resultados não previstos e indesejáveis.

 

Visualizar a intenção que esta por trás de determinada atitude do outro, não é tarefa fácil, é necessário empatia. Hoje, grande parte da população está estressada e com pouco tempo para parar e refletir. O tempo é um fator chave para poder visualizar a intenção de determinada atitude.

 

Esse ponto é essencial para evitar desavenças e brigas desnecessárias, pois devemos sempre partir do princípio que as pessoas agem pensando no bem do próximo, tenho certeza que a maioria das pessoas são assim. Infelizmente, no contexto atual, não é fácil pensar dessa maneira, por todos fatos negativos que são expostos e explorados pela mídia.

 

Não sou contra a divulgação de fatos e do trabalho da imprensa, mas sim, apenas tento verificar o que isso realmente nos agrega como pessoas. Que benefícios temos em saber o que um “famoso” fez ou deixou de fazer? Se for um escândalo ou crime então, nem se fala. A notícia é explorada diariamente pelos noticiários e jornais, só cessando, no surgimento de outro caso, que consiga gerar mais repercussão.

 

Por que não divulgar ações e atitudes positivas de um “anônimo”? Não seria mais interessante e útil? Isso não criaria um movimento para uma mudança de atitude em um contexto mais amplo? Não faria as pessoas refletirem a respeito do outro?

 

Mudanças sempre geram . O mundo está em constante transformação, fica complicado se adaptar, mas isso tudo é um processo, em que podemos crescer, ou não? Depende de nossas intenções que norteiam nossas atitudes.

 

Entretanto, se por algum motivo, a atitude que tomamos pensando em um resultado positivo para muitos, e por algum imprevisto não atingiu seu fim, ou pior, prejudicou alguém. Só conseguiremos estar com a consciência tranqüila, sabendo que a intenção por trás da atitude era positiva, isso trará o conforto necessário para reavaliar a atitude e visualizar o porquê do não alcance de seu fim.

 

Agora, com certeza, é mais cômodo não fazer, pois a mudança assusta, e o resultado dela, mesmo que possamos projetar, pode às vezes não ser o esperado.

Então é melhor deixar como está? Ou correr o risco de acertar ou errar tendo a consciência tranquila?

Frederico da Luz – 14-08-2010

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s