Escolhas e renúncias

Viver é escolher, escolher é renunciar. Não podemos ter tudo, cada caminho tem seus sabores e dissabores.  E são as nossas escolhas que nos fazem ser quem somos, falam da nossa trajetória e dos caminhos que decidimos percorrer.

Decidir é uma escolha, renunciar também é. Mas é preciso ter certeza de que renunciar não implica apenas em dores e perdas, mas também em opções e oportunidades que, se bem aproveitadas, determinam a qualidade da nossa caminhada. E a vida é assim, escolher, renunciar, acertar, errar e principalmente crescer, se tornar uma pessoa melhor.

O SE na vida não existe, o que existe são as escolhas e consequências de nossas decisões. Sempre carregaremos dúvidas e medos, entretanto, aquilo que somos, acreditamos e sentimos nos dão tranquilidade para encontrar as nossas respostas e fazer nossas escolhas. Para isso, é necessário prestar atenção em nós mesmo e nos conhecermos. Nos permitir ouvir, ao mesmo tempo, os nossos impulsos e a nossa razão. Assim, responsáveis pelas consequências de nossas escolhas, todos os resultados, esperados ou não, se tornam experiências, aprendizados e crescimento.

E não escolher também é uma escolha. Embora não escolher seja abrir mão de uma capacidade fundamental que nos faz humanos, a capacidade de pensar e de direcionar nossa vida. Por mais difícil que a estrada pareça, ficar parado por insegurança pode te fazer estacionar e não usufruir a beleza do caminho, do trajeto, do um dia de cada vez, sabendo que cada dia é único e importa.

Todo processo de escolha requer atitude, adaptação e desapego. Há sempre possibilidade de erros, de arrependimentos, não acertaremos o tempo todo. O medo de escolher e renunciar não pode nos paralisar, o conforto não deve nos impedir de querer mudar para melhor e o novo pode ser bem-vindo, com as suas dores e delícias. O mais importante é ficar em paz, não se culpar por não tem sido perfeito e ter certeza de que fez o seu melhor.

E se errarmos em nossas escolhas, o importante é reconhecer o caminho ou a decisão e tomar fôlego e coragem para recomeçar. Sempre há tempo para recomeçar. Entre o nascer e o morrer, que são as únicas certezas que temos na vida, todo dia é dia de viver e escolher entre as nossas infinitas possibilidades.

C. M. Alpud – jul/2020

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s