Vida

Vida

A vida é 8 ou 80 e tudo que fica entre ambos.
O que se leva da vida são as sensações, a alegria de um encontro, o momento difícil de dor, o choro, o riso…

A família que nascemos, a família que construirmos, os amigos, os que nos deixam, e os que deixamos. E cada pessoa que passa pela vida da gente, deixando um pouco de si e levando um pouco de nós.

Tudo na vida tem 2 lados, prós e contras, se não podemos controlar o que a vida nos reserva, podemos escolher o que irá ficar guardado em nossa lembrança e coração.

Escolher, o doce, ou o amargo, a delicadeza, ou indiferença, a tolerância, ou a violência… A vida é isso, que colhamos os frutos que plantamos e que possamos continuamente estar plantando, plantando e plantando…

Uma música muito singela e simples consegue sintetizar muito bem a vida, não encontrei o autor, a letra é assim:

“Vida é chuva, é sol, uma fila, um olá
Um retrato, um farol, que será, que será?
Vida é o filho que cresce, uma estrada, um caminho
É um pouco de tudo, é um beijo, um carinho
É um sino tocando, uma fêmea no cio
É alguém se chegando, é o que ninguém viu
É discurso, é promessa, é um mar, é um rio
Vida é revolução, é deixar como está
É uma velha canção, Deus nos deu, Deus dará
Vida é solidão, é a turma do bar
É partir sem razão, é voltar por voltar
Vida é palco, é platéia, é cadeira vazia
É rotina, odisséia, é sair de uma fria
É um sonho tão bom, é a briga no altar
Vida é o grito de gol, é um banho de mar
É inverno, é verão
Vida é mentira, é verdade
E quem sabe a vida, é da vida, a razão”

Frederico da Luz – 17-03-2014

Anúncios

Meu apartamento em Miami

Prioridades

Reencontrei um amigo que fazia anos que não o via. Muito bom relembrar coisas da adolescência uma importante fase da vida, nostalgia e saudade não faltaram. Conversamos sobre como mudamos com o passar do tempo. As prioridades e os objetivos se transformam, conforme conquistamos o que almejamos, novos desafios aparecem no horizonte.

Ainda bem, vida é movimento, interação, transformação. Viemos para fazer, não para ficar na frente da televisão vendo a vida passar. Um dos assuntos me marcou bastante.

Falávamos sobre prioridades na vida. Estamos divagando entre um choop e outro e ele me contou uma situação. Um cara referência na área dele, certa vez conversava com mais alguns colegas comentando sobre tudo o que ele tinha conquistado na vida.

A conversa foi mais ou menos assim: Dizia que volta e meia se via pensando se toda essa dedicação ao trabalho, abrindo mão do convívio familiar e dos amigos tinha valido a pena. O cara já tem seus 55 anos e tinha chegado à conclusão que sim, e sabem o por quê? Ele tinha conseguido comprar seu apartamento em Miami.

Fiquei abismado com a resposta. Abriu mão de acompanhar os filhos crescerem, da pelada com os amigos, do carinho da esposa em troca de um apartamento? Seja lá onde ele for, não justifica.
O meu apartamento em Miami é poder ver meus filhos crescerem e acompanhá-los nas descobertas da vida, caso os tenha. É poder jogar meu futebol e comer churrasco com os amigos. É ter tempo para namorar, viajar, ler, escrever, enfim… Simplesmente viver.

Você quer um apartamento em Miami? Está disposto a pagar o real preço dele? Qual o seu apartamento em Miami?

Frederico da Luz – 30-06-2012