Onde você se esconde?

Onde vc se esconde
Você é você? Aliás, quem é você?

É o pai ou a mãe dedicada? O profissional competente? O amigo de todas as horas? O otimista? O pessimista? O chato? O alegre? O pé no chão? O sonhador? O idealista? O moralista? O gaúcho? O catarinense? O brasileiro?

Na verdade somos um pouco de tudo, algumas coisas mais ressaltadas que outras. Eu sempre digo que não somos nada e sim estamos assim, por que na vida tudo é muito flexível, a gente muda, os objetivos mudam, ela nos ensina, e aprender é uma opção pessoal.

Óbvio que na essência, nos princípios e conduta, normalmente não somos muito maleáveis, eu não sou. Família, amigos, a palavra o caráter são coisas que prezo e não abro mão, minha conduta ao longo do tempo sofre ajustes, mas a essência se mantém e nesse ponto acho que é assim que deva ser.

Voltando, aonde você se esconde? Que personagem você é para não mostrar seu verdadeiro eu? Sim, o que você é de verdade?

Os sonhos que você sempre quis e estão lá guardados por um motivo ou outro, dando aquela desculpa para justificar o medo e a acomodação. É simples e fácil justificar algumas escolhas e colocar em cima delas o peso de nossa falta de coragem, que na verdade, convenhamos, é isso mesmo, temos medo de tentar, de mudar, de fazer o que realmente queremos.

Pensamos – O que os outros vão pensar? Eu nessa idade pensar em fazer isso? Ninguém faria isso, ninguém nunca fez?

E pergunto a vocês… E daí? Qual o problema, nisso tudo? Vamos viver condicionados aos que os outros pensam? Ao que a sociedade entende como correto?

A vida é demasiadamente curta para isso. Vivam, sonhem, arrisquem, não fiquem ai escondidos… Aprendam a dizer… FODA-SE!
Sejam simplesmente os atores principais, e não os coadjuvantes da vida dos outros…

Frederico A. S. da Luz

Anúncios

2 thoughts on “Onde você se esconde?

  1. É tão curioso como muitas vezes, mesmo tendo a noção de
    que o mais importante é vivermos uma vida plena e feliz, dentro do que consideramos correto, acabamos por viver mais dentro da condição dos outros, ou melhor, dentro daquilo que achamos que os outros esperam de nós… e temendo frustar o outro, acabamos frustando muito mais a nós mesmos… por isso é sempre bom ouvir palavras de Luz, que nos despertam e nos fazem relembrar que nosso maior propósito neste jornada terrestre é a felicidade, por meio da evolução pessoal e realização do ser!! Muito bom!

  2. Oi Frederico,teu texto leva a importancia de nos observarmos.Dentro dos ensinamentos budistas, observamos de forma minuciosa, nossos pensamentos, palavras e ações para deixarmos vir a tona,nossas qualidades naturais, ou nossa verdadeira natureza, que…” são a sabedoria, a compaixão e a habilidade para beneficiar os outros.”Chagdud Tulku Rinpoche, Sementes de Sabedoria,Ed. Makara,2011,RS.Um abraço, Carmem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s