Parabéns, Minha Irmã

No dia 9 de abril, minha irmã comemora 30 anos. Peço a liberdade aos leitores para uma breve e singela homenagem. Quem conhece a “Nessa” sabe o quanto ela é especial, não pela maneira convencional e sim pelo seu jeito único de viver. Eu como irmão mais velho, ela com 2 anos a menos vivíamos até a adolescência uma constante briga por espaço na família. Sim, mesmo que obviamente na época não percebíamos isso, mas de forma diversa queríamos era atenção.

Eu com meu jeito “certinho” ela com seu jeito rebelde e espontâneo, eu seguindo praticamente todas convenções socias, ela simplesmente sendo ela mesma e pouco se importando com tais convenções.

Aos 17 anos uma grande mudança, ela ganhou um presente, meu sobrinho, o Antônio, um menino que encanta por sua educação e leveza, uma cria da fronteira de 2 países. A menina que pouco se importava com as convenções, virou mulher. Cuidar do filho, da família, estudar e trabalhar foi uma grande mudança, mas ela com seu bom humor, normalmente habitual, levava as coisas da melhor forma possível. Minha irmã sempre diz, principalmente quando entro numas crises existências, mano não pensa muito, fala sem pensar é o que eu faço. Ela paga um preço alto muitas vezes pelo seu excesso de sinceridade.

Profissional reconhecida na sua área consegue deixar as situações difíceis da vida mais leve para seus pacientes. Inúmeras vezes recebe presentes dos pacientes e familiares, pelo seu trabalho e seu jeito atencioso, está sempre disposta a ajudar. Minha irmã me mostra a cada dia o que realmente importa na vida, que são as pessoas, ela cuida das pessoas, vive para o outro e o que recebe em troca? Não tem preço.

Nessa nesse teu dia só tenho que agradecer, por ter tido a sorte de te ter como irmão. Tenho o privilégio de conviver contigo, uma pessoa que muitas vezes esquece de si, em beneficio do outro e que não mede esforços para ajudar.

Com certeza tu não és a melhor mulher do mundo, nem a melhor filha, nem a melhor mãe, tão pouco a melhor profissional, e com certeza não é a melhor irmã do mundo. Só tenho certeza que és a melhor mulher que tu poderias ser, a melhor filha que o Guto e a Leonor poderiam ter, a melhor mãe que o Antônio poderia querer, a melhor profissional que teus pacientes queriam ter, e sem sombras de dúvida a melhor irmã que eu e o Gui queríamos ter.

Te amo, te admiro e te respeito muito minha irmã, se o mundo tivesse mais pessoas como você estaríamos muito melhor. Um Enorme beijo no teu coração e FELIZ ANIVERSÁRIO!

Frederico da Luz – 07-04-2014

Anúncios