Dia dos namorados

Existe a convenção hoje que dia 12 de junho é o dia dos namorados. Confesso que isso não me motiva. Entendo isso de certa forma como um estímulo ao consumo, coisa da sociedade que vivemos.

Esse dia deve ser compartilhado todos os dias. Como um bom dia com um beijo no rosto, um carinho inesperado, uma simples troca de olhares, enfim algo que nenhum presente estimule esse sentimento que surge e é tão belo, na convivência e na descoberta que uma relação proporciona.

Quando estamos com alguém que amamos, estamos desarmados, a guarda está baixa, não queremos nada mais do que amar. E o que isso significa? Significa crescer com o outro, compartilhar tanto as vitórias, como as derrotas, estar ali para compartilhar um sorriso, como para dar o ombro para o choro. Dar um afago, um carinho, como também ser forte e firme quando necessário.

Um relacionamento não é ser o que o outro espera, e sim ser você e isso bastar para o outro. Dar amor só é possível quando se ama, quando a gente se ama, dar algo a alguém que você não consegue dar a si mesmo, é algo impossível de se fazer.

Então ame, ame muito, mas ame você, isso se refletirá nos outros. E o dia dos namorados não se restringe a um dia do ano e sim aos 365 dias que oportunizam diariamente essa troca de amor e carinho que dois amantes vivenciam a cada dia, cada hora, cada minuto…

Frederico A. S. da Luz – 11-05-2012

Anúncios

9 thoughts on “Dia dos namorados

  1. Muito bom…. Pena que hoje em dia são poucos que pensam da mesma forma.. 😉 uma ótima semana..

  2. Boas reflexões Frederico! Pena que o dia dos namorados tenha se tornado mais um evento comercial do que a comemoração de uma relação e a reafirmação dos sentimentos em relação a esse outro que escolhemos para estar ao nosso lado.
    O hábito de ter alguém ao nosso lado nos faz não pensar na possibilidade de perdê-lo.
    Penso que para nos relacionarmos com alguém deveríamos utilizar a filosofia do AA (Alcoólicos anônimos), “só por hoje”, cuidar de forma que lembremos que as relações não são eternas e o cuidado com quem amamos deve ser, como vc bem disse, realizado todos os dias.
    Sentimentos morrem quando não zelamos por eles.Nada de neurose, pois mtas vezes basta um olhar de compreensão, um gesto de cuidado, um sorriso, uma palavra carinhosa, uma demonstração do afeto…pra que ele dure, apesar dos problemas inerentes aos relacionamentos.

    Para quem interessar, escrevi um texto, pós-dia-dos-namorados, abordando outras quetões:
    http://anasearapsi.blogspot.com.br/2012/06/nao-tente-compreender.html
    Abraços!!

  3. Texto Perfeito.
    Concordo plenamente com teu pensamento exposto.
    Triste é que nos dias atuais as pessoas não pensam o quanto simples gestos diários de afeto sejam tão mais importantes que a troca de presentes que muitas vezes não representam nada.

  4. A questão das datas hoje em dia são mesmo mais para o consumo do que pela razão!
    O mais gostoso do Amar é a supresa! O surpreender! O comemorar sem hora marcada, sem dia determinado!

    E como sugeriu nosso autor, um dia dos namorados diferente, lembro que, pelo dicionário, “namorar” é “inspirar amor”; “encher-se de amor”! e sendo assim, há muitos outros momentos de inspirar amor, sem que seja apenas em um relacionamento! Amor amigo, amor irmão, amor a vida e… em especial, amor por si mesmo!

  5. Amar é buscar uma nova definição para o amor a cada dia. Amar é não ter vergonha de ser brega. Amar é não ter constrangimento para dizer eu te amo com velhas entonações acreditando ter encontrado o mais bela de todas. Amar é ter coragem de dizer te amo de boca cheia. Amar é muito mais do que ir ao schopping comprar presentes. É acordar no meio da noite e perguntar aflito; TU AINDA ME AMAS?
    Amar é um trabalho, uma labuta, uma utopia, um dia que dura o ano inteiro. Amar é mostrar que o Dia dos Namorados vai muito além de uma operação comercial.

  6. A tia “”coruja””(em todos os sentidos,acordada até agora…..eh!eh!eh!)Concorda plenamente contigo.Essas datas foram e sào exaltadas pelo consumismo pq com toda a razào elas devem ser cultivadas todos os dias…por todos os motivos.Dependendo do que se esta comemorando(“”vendendo””,vamos dizer claramente)até para o nosso crescimento intimo e pessoal a comemoracào deve ser diária realmente.
    BJBJBJBJBJBJBJ
    EU TE AMO…………

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s