Uma grande cagada

Vou relatar aqui uma das piores coisas que já fiz em minha vida. Tenho vergonha e contei para poucas pessoas o fato. Chegou no entanto, o momento de encarar a situação, talvez evite que alguém tenha essa atitude que infelizmente tive.

Quando vim morar em Florianópolis adotei três cachorros, duas fêmeas e um macho. Eles foram largados na rua. Estimo que tinham na época uns 2 meses, não mais que isso. Aqui em Daniela, onde resido, ainda existe essa péssima cultura.

Ainda está comigo a Preta minha cadela, ela hoje tem 6 anos. É uma lady, parece que é cachorro de raça. Quem conhece sabe do que estou dizendo, extremamente educada e dócil, minha companheira de pedalada na praia.

Os outros tiveram destinos diversos, a Morena a outra cadela, eu dei para meu avô e ele deu para o irmão dele. Já o Pitoco é o ator principal de uma das coisas, mais covardes, tristes, ridículas, enfim… uma coisa horrível que fiz.

Estava estressado por algumas coisas e ele era muito ativo, sempre pronto para brincar, às vezes era até chato, por que vivia pulando em todo mundo querendo atenção, um crianção, mas muito dócil e companheiro. Então nesse dia, o abandonei em um bairro afastado de casa, ele deveria ter mais ou menos um ano. Após essa decisão lamentável que tive, no outro dia retornei ao local onde deixei, e não o encontrei, perdi a conta de quantas vezes passei por lá e nos arredores o procurando e nunca o encontrei.

Faz tempo que trago isso comigo. Peço apenas que não me julguem, nem tão pouco atirem a primeira pedra. Já fui apedrejado pela minha consciência durante muito tempo. Hoje me lembro do assunto, óbvio que não gosto de recordar, mas aprendi a conviver. Foi um grande erro, não me orgulho em nada de ter feito isso, mas fiz, não posso mudar.

Espero que essa minha experiência e atitude sirvam para alguém não cometer o mesmo, pois a culpa que isso gera é devastadora, é o que sinto. O animal é totalmente dependente de nós, isso que fiz é crime e se tiver que ser punido por isso, aceitarei.

Frederico A. S. da Luz – 23-05-2012

Anúncios

7 thoughts on “Uma grande cagada

  1. Parabéns, Frederico, pela coragem de expor seus erros! Errar faz tão parte da natureza humana… que é lamentável quem ousar te julgar por isso! Seu maior julgador certamente é você! Se a sua consciência te incomoda.. fique tranquilo, pois é apenas assim, errando, que a gente evoluiu! E quanto ao cachorrinho, tenho certeza de que ele aprendeu a se virar, e de repente, foi inclusive alegrar a vida de outro alguém!

  2. Um cãozinho filhote é sempre lindo e bem vindo, porém assim que vão crescendo os problemas aparecem de igual forma. Por isso é preciso muita maturidade para perceber se estamos ou não aptos a ter essa responsabilidade de cuidá-los durante toda a sua vida. Concordo que cães se viram melhor do que crianças, mas também imagino que sintam a dor de serem descartados. Acho muito corojaso tu ter descrito teu ato impensado, e como tu disse: que sirva para que não aconteça a mais ninguém.

  3. Cara, parabéns pela coragem de expor essa situação! Confesso que fiquei um tanto revoltado, mas sei que tu faria algo assim somente em uma situação extrema! A atitude nobre de voltar atrás e reconhecer os teus erros é algo que sempre me surpreendeu, e por isso te considero um grande amigo e homem de valor inestimável! Fica de exemplo.. aliás, um GRANDE exemplo a ser seguido!

  4. Não foi legal..Mas a vida é isso aprender com os erros. Voce não pode voltar no tempo mas pode fazer de uma outra forma, sempre!

  5. O que vc fez foi um ato de imaturidade… nao pensou… e fez cagada… mas serviu para vc amadurecer… o grande mestre da vida se chama sofrimento… com certeza um episodio desses fez com que vc se torna-se o que e hoje… o que ta feito ta feito… somos o resultado de nossas experiencias e escolhas boas e ruins… ninguem e perfeito… boa semana… 😉

  6. A meu juizo estás assumindo prá ti toda a problemática dos cachorros de ruas.
    Acredito que no sul existem cachorros de rua na maioria das cidades. Avaliando pelo conjunto dos três cachorros de rua que adotastes. Dois permanecem muito bem cuidados, e portanto deixaram de circular nas ruas o que naturalmente aconteceria se a vida deles seguisse o caminho natural. O outro recebeu cuidados até a sua fase adulta, portanto ficou livre dos riscos dos primeiros meses de vida. Animais como os cachorros conseguem sim ter autonomia na cidade e portanto retornar ao caminho natural de suas vidas não é nenhum crime na minha avaliação. Aliás os viralatas autonomos são motivos de estorias em quadrinhos, desenhos animados e hoje de 3D. E jamais vejo que alguém cuide deles mesmo que temporariamente de criminoso. Temos limites, e compreende-los nos liberta dos fantasmas inexistentes. A vida circula muito além dos limites do nosso terreno, muito além de nossas mãos amigas e protetoras. Que trauma teriam os pais ao ver seus filhos ganharem o mundo? Feliz dos pais que contribuiram pela autonomia de filhos que ganham o mundo.

  7. Fred,
    Consigo me colocar no teu lugar e de verdade imagino como essa ferida pode doer em ti.
    Tens que pensar que quem sabe ele tenha tido sorte e tenha sido adotado por alguma família. Quem sabe foi isso mesmo que aconteceu!

    Eu tenho uma reflexao para fazer sobre este fato…
    Um dia conversando com uma amiga que é Avó, ela comentava o incrível que é o ser responsável por um bebê… Falávamos do quanto eles sao dependentes dos pais, dos avós e tals.
    A conclusao é que nenhum outro ser é tao dependente ( enquanto bebê) do que o ser humano!

    Abandonar um cachorrinho não é um ato bonito, mas tu pode ter certeza que de alguma forma o Pitoco se virou! Horrível mesmo é abandonar um serzinho indefeso com um bebê!
    Tem muito pai indecente por aí fazendo isso…

    bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s